Dica do dia: Moda e visual Merchandising

Capa do livro: <https://ggili.com.br/moda-e-visual-merchandising-livro.html&gt;

Olá pessoas! Passou o carnaval, dias de folia para uns, dia de repor a energia e as leituras em dia para mim! Sempre aproveito estas datas para repor as minhas leituras que estão atrasadas ou que estou ansiosa para acabar. E neste “feriadão” terminei dois livros, “Um marido de faz de conta”, da Julia Quinn (e não é sobre este que vou falar, pois a Julia merece uns posts a mais devido a todos os livros maravilhosos dela!). E o outro que finalizei foi “Moda e Visual Merchandisign”, de Sarah Bailey e Jonathan Baker, da editora Gustavo Gili Brasil, ou GG Brasil. Uma editora especializada em livros sobre moda, design, fotografia, desenho e outras áreas afins, MA-RA-VI-LHO-SA, e que sempre tem umas “promôs” incríveis onde aproveito para comprar livros técnicos lindos por um preço bacaninha.

Vitrine ou Vitrina by Pixabay.

E por que eu trouxe essa dica para vocês hoje? Principalmente por ser uma das coisas que mais me preocupam no comércio de moda em geral: VITRINISMO. O Visual Merchandising (ou VM), é responsável pela imagem das lojas e principalmente a sua vitrine, que é o cartão de visitas e o portal de entrada de uma loja. E hoje poucas (para não dizer raras), são as lojas que se preocupam com a produção de uma vitrine adequada para o seu público-alvo e isso é um erro que pode custar muito caro. Quer um exemplo? Aqui na nossa região (São Ludgero e proximidades), as lojas costumam ter variações grandes de tamanhos para venda, porém o que temos nas vitrines? Apenas manequins magras e que não “vestem” os tamanhos maiores! Como os clientes saberão então que há produtos assim na sua loja? Ou, pior ainda, em que momento ele se sente representado na sua loja? Tudo isso são detalhes que devem ser SIM levados em consideração.


Vitrine ou Vitrina by Pixabay.

Outros detalhes importantes: a preocupação com a qualidade das vitrines, a contratação de um profissional para tal produção ou então a capacitação de alguns funcionários para tal função. Pois não basta apenas colocar “looks bonitos” na vitrine e que estes não “conversam” entre si. Deve existir uma preocupação com as cores, com o acabamento das bases, com o tipo de luz (pois estas podem mudar a cor das peças de roupa!), e principalmente se a vitrine reflete o que existe na loja ou é apenas uma peça que você não tem mais nada lá dentro.


Vitrine ou Vitrina by Pixabay.

Este livro é bem interessante e faz um apanhado geral sobre VM, desde o planejamento e design de um cenário, fala sobre as habilidades exigidas em um profissional de VM, uma análise sobre o futuro deste mercado, além de diversas imagens e entrevistas com profissionais da área. É um livro bem simples e rápido para ler, onde os termos técnicos ficam esclarecidos e fáceis de se entender! Então esta é a minha dica deste mês, principalmente para os comércios da nossa região! Beijos e até a próxima!

Jads L. Brognara

Site da GG Brasil: <https://ggili.com.br/moda-e-visual-merchandising-livro.html&gt;

Imagens: Pixabay e GG Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.