O conto da aia, Margaret Atwood

Olá pessoas, gostaria de compartilhar com vocês sobre uma das leituras que finalizei esta semana: “O conto da aia”, de Margaret Atwood. Queria muito ler antes de me arriscar a ver a série (sim, eu sei, pode se tornar uma decepção, assim como as adaptações para o cinema!), porém como já conversei com algumas pessoas lá pelo Instagram, fiquei bem receosa de ir para a série depois da leitura.

É um livro bem marcante, forte e assustador. Na minha singela opinião, é assustador pois nos mostra aquela faceta humana que muitas vezes fingimos não ver, talvez para não nos assustar ou apenas para proteger a nossa mente. As mulheres são o foco neste livro, sejam como parceiras dos algozes ou então como as vítimas de toda uma construção de uma sociedade horrível. Na minha percepção mesmos as “tias” que são as auxiliares principais dos algozes se tornam estes personagens por medo, mas também pela possibilidade de ter em quem mandar e se sobrepor. É cruel, mesquinho, triste.

Ver a luta das mulheres, principalmente de uma das mulheres, para sobreviver a situação e principalmente sobrepor seus pensamentos para que a mente continue o mais sã possível é agoniante, me deu vontade de entrar no livro em diversos momentos e fazer alguma coisa, qualquer coisa. Acredito que o mais assustador é ver que encontramos casos assim em menores proporções, em vários relatos de outras mulheres ao redor do mundo, ao nosso redor. Mas também já vimos casos assim em outras realidades e não em específico com mulheres, mas com aqueles que são diferentes aos personagens opressores.

Ainda estou decidindo sobre a possibilidade de ver a série ou não, quando e se decidir ver, compartilharei por aqui o que achei sobre a adaptação! Agora sobre o final do livro… ALERTA DE SPOILER, caso você ainda não tenha lido, pode parar por aqui! Achei sensacional. Foi uma espécie de “não final” muito bem pensado. Me lembrou muito “O diário de Anne Frank”, porém aqui não sabemos que fim levou a nossa personagem principal. Quem ela realmente era? Onde ela foi parar? Será que sobreviveu? Como as coisas aconteceram? Acho que a autora se saiu muito bem e me deixou com um gostinho de quero mais maravilhoso! E você, já leu “O conto da aia”? Se sim, conta para eu o que achou! Se não, que tal arriscar? Beijos e até a próxima!

Jads L. Brognara

Capa do livro pela Editora Rocco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.