Fashion Revolution Week

Olá, eu iria trazer esta semana a outra tendência do inverno, porém nesta semana (no dia 24), fará 7 anos desde o acidente em Rana Plaza, Bangladesh, considerado um dos maiores acidentes envolvendo o universo da moda. E sendo este um canal de comunicação sobre, não poderia deixar de falar por aqui! Já fiz um post no ano passado abordando o tema, mas há sempre algo de novo para discutirmos. E além disso hoje que escrevo (dia 22/04/2020), também é o Dia da Terra, ou seja, duas datas para nos colocar a pensar mais sobre as nossas atitudes de consumo!

E para começar, o que é o Fashion Revolution? É um movimento e a fala deles deixa isso mais claro: “O Fashion Revolution é um movimento global que dura o ano todo. Celebramos a moda como uma influência positiva, ao mesmo tempo em que examinamos as práticas da indústria e aumentamos a conscientização sobre as questões mais prementes da indústria da moda. Nosso objetivo é mostrar que a mudança é possível e incentivar aqueles que estão em uma jornada para criar um futuro mais ético e sustentável para a moda. O Fashion Revolution se esforça para ser orientado para a ação e focado na solução. Em vez de fazer as pessoas se sentirem culpadas, ajudamos a reconhecer que têm o poder de fazer algo para fazer uma mudança positiva. Costumamos nos chamar de “manifestantes pró-moda” porque amamos a moda e queremos vê-la se tornar uma força para o bem. Tentamos ser sempre ousados, provocativos, curiosos, acessíveis e inclusivos. Nós tendemos a evitar protestos negativos, vitimização e nomeação e vergonha. Não visamos empresas individuais específicas porque acreditamos que os problemas do setor são maiores que as ações de qualquer empresa. Não defendemos o boicote simplesmente porque não o vemos como uma maneira eficaz de obter mudanças sistêmicas.”

Esta informação e muito mais pode ser encontrado no site deles: https://www.fashionrevolution.org/ ou então no Instagram: @fash_rev_brasil. Conheço o projeto a algum tempo, pois no curso de Design de Moda do SENAI/UNESC, onde dou aulas, fazemos parte deste projeto e de tudo o que ele envolve. Mas você também pode fazer a sua parte! O objetivo é nos tornar mais críticos e questionar as marcas: quem fez as minhas roupas? E também para nos fazer pensar: será que realmente preciso de roupas novas? Se for comprar… de onde comprarei? Esta peça tem uma origem clara? Será que para fazê-la não foi necessário um trabalho escravo? E várias outras perguntas que envolvem a situação podem ser feitas e nos fazer pensar um pouco mais antes de cada atitude!

Aluguel, empréstimo, compras de segunda mão (brechós e afins), trocas, doação, mandar fazer as suas roupas com mais consciência, comprar roupas de maior qualidade e que durarão mais. Estas e várias outras atitudes podem tonar o nosso dia a dia mais sustentável e o do planeta também! Afinal de contas, se seguirmos neste ritmo, não haverá espaço no mundo para tanto, nem para nós! Pense, reflita, mude! Um beijo e até a próxima!

Jads L. Brognara

Referência: https://www.fashionrevolution.org/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.